sexta-feira, 16 de julho de 2010

Homem de Hoje - Allyson Alves

Um calado de muitas palavras.
E assim se disfarça o tímido.
No distinto espírito do músico,
Dorme um futuro bom pai.
Que não seja pretensão assim dizer,
Mas que pareça desejo,
Que pareça um sonho realizável.
Que as crias de agora soem longe
E sejam lidas por muitos.
E se não forem, que seja o melhor.
Esse calado de muitas palavras
Que na sua muda timidez
Não sabe o que dizer.
E na sua característica música,
Aprende a ser ouvido.
E dos viajantes sonhos,
Aprende a escrever.
No espírito-músico fica o som
Que faz a palavra de bem.
E ao som do bem cantado
Dorme e sonha sossegado
O futuro pai, o homem de hoje,
Um filho do passado.

Um comentário:

Paula ϟ disse...

Blogs com nomes irmãos, haha! :)
Gostei daqui, estou seguindo!

Beijos, Paula.
http://ensaiosdamente.blogspot.com/